Somos uma marca anti racista.


Toda pessoa de pele preta deveria ser anti racista por uma questão de sobrevivência. Permanecer na inércia diante do racismo, te torna conivente com a nossa condição na sociedade em que nada nos favorece, mas nos mata diariamente.

Você tem negrado no seu cotidiano? Você sabe o que é negrar?

Quando você recebe um prêmio, você está negrando.
Quando você alcança um objetivo, você está negrando.
Quando você é combativo contra o racismo, você está negrando.
Quando você entende que o fruto plantado por nossos ancestrais deve ser compartilhado entre os nossos, você está negrando.

Negrar é tornar negro um espaço. É conquistar, enquanto pessoa preta, aquilo que nos foi negado. É ressignificar expressões e termos pejorativos. A cada 23 minutos, um jovem negro no Brasil é assassinado. É negrar ou sucumbir.
 
O racistas irão sempre lhe chamar de racista, quando você identifica o racismo deles. Amar a si próprio agora é uma forma de racismo. Nós somos o único povo que é criticado por amarmos a nós mesmos, e os brancos acham que quando amamos a nós mesmos, passamos a odiá-los. Não, quando amamos a nós mesmos eles passam a ser irrelevantes para nós. 
Dr. John Henrik Clarkie.

Vivemos em uma sociedade racista em que o preto sempre foi tachado como subserviente, menos capaz e menos bonito. Agora, esta mesma sociedade se incomoda por estarmos negrando. Não queremos vingança. Não escravizamos pessoas brancas nem as deslocamos a força para outros continentes. Não as impedimos de ter acesso a espaços, mercado de trabalho e educação como aconteceu com nosso povo. Queremos apenas fazer o nosso, por nós e para nós.

Enquanto marca com CNPJ, estamos ativos desde 2018. Enquanto motivação, desde sempre.Os produtos da NEGREI são apenas um meio para um fim muito maior: o fortalecimento do povo preto. As frases ouvidas no nosso dia a dia viram estampas de denúncia e empoderamento.

Nossa missão é gerar orgulho da negritude e questionamento ao racismo. Ou você ama ou se incomoda. E se você se sente incomodado, temos uma péssima notícia para você...

Ah! E racismo reverso não existe, ok?